quarta-feira, 3 de junho de 2015

Um post para entender a decisão da Capricho


Ontem, uma legião de pré-adolescentes tirou a sua noite para reclamar de uma notícia: a revista capricho não terá mais sua versão impressa e passará a ser apenas uma revista digital. E eu, como uma curiosa da internet, futura aluna de um mestrado que estuda justamente isso, queria dar cinco motivos para vocês entenderem essa decisão.


1.Bem-vinda à digitalização
Queria um tópico só para parabenizar a revista, porque mais uma vez, ela consegue se adaptar a tudo de novo que está acontecendo. É o de se esperar de uma marca com forte presença no mercado digital e com um público altamente conectado que ela esteja sempre atualizada em relação ao que acontece no mundo, principalmente a digitalização, não é verdade? 

2.Os números não mentem

Para entender melhor tudo isso, basta dar uma olhadinha na quantidade de seguidores que a revista tem no facebook, instagram e twitter.  Posso garantir que a maioria dessas pessoas não é assinante, muito menos compra a revista, na verdade, 20% da circulação total dela caiu (Meio&Mensagem). Vamos ver assim, a revista tem 5,8 milhões de curtidas na fanpage, mas o número de assinantes está por volta de 63 mil meninas. Entende o que eu quero dizer?

3.A natureza agradece
Falando como alguém que já foi assinante da Capricho, sabe o que eu fiz com as mais de 100 edições que eu tinha? Joguei no lixo. Tive pena é claro, mas eu não lia mais as revistas e elas só ocupavam espaço. Todas essas revistas que eu joguei fora anos atrás tiveram um impacto irreversível na natureza e agora isso vai ser evitado. E eu não parei de ter acesso às notícias, muito menos de gostar da marca, tudo continua aqui dentro do meu coraçãozinho 

4.Impresso não acompanha a internet
Vocês conseguem imaginar como é difícil levar notícias em uma folha de papel que demora meses pra ficar pronta e linda pra chegar nas suas casas, quando se tem a internet como concorrência direta sendo atualizada a cada segundo? Tudo está mudando o tempo inteiro e acompanhar isso é extremamente difícil. Com a revista digital, o conteúdo vai ser, de fato, sempre novo.

5.A revista ainda não acabou
O drama teen aconteceu, mas é preciso entender os benefícios dessa revista online (fora os citados anteriormente). A revista online vai ser semanal novamente () e ter 24 páginas a mais de conteúdo (!!!), além disso, o preço que se vai pagar por essa revista vai ser muito mais barato já que a impressão não vai ser mais necessária. Fora que ela ainda vai estar presente na internet, vai liberar edições especiais, livros e muitas outras coisas. Acho que todo mundo ganhou com essa, né?

Apesar dos pontos acima, eu não acredito na "extinção do papel", não acredito que as pessoas deixarão de consumir produtos impressos para usar totalmente o digital. Mas falando de uma revista que tem pré-adolescentes que nasceram com um celular na mão como público, a Capricho demorou para tomar essa decisão. Por isso, não quero dizer que isso é o futuro, porque na verdade já é até passado. Mas é apenas um lembrete de que apesar de já termos a internet ao nosso lado durante anos, ela ainda não acabou de transformar e de ser transformada. E, se adaptando ou não, nós vamos sentir todos os impactos dessas transformações.

32 comentários:

  1. É o caminho pelo qual várias revistas passaram... Mas o impresso é realmente mais charmoso
    .
    Bjos, gata!

    Hahaha, adorei!

    Eu sofro com prateleiras aqui dentro de casa...

    Bjos

    http://chuvadecamelias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade e muitas vão passar! Eu também curto, mas dependendo do segmento da revista faz mais sentido, né?
      Beijos!

      Excluir
  2. nossa! por uma parte é legal,mas por outra, não.
    unhas-e-livros.blogspot.com.br
    seguindo se puder retribuir

    ResponderExcluir
  3. Uau! Cai para trás! É uma grande decisão, até um pouco arriscada eu acho. Mas estamos em novos tempos né? No entanto, não abro mão de ter o físico, acho bem mais legal!

    Bjs, rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babadão, né? Bom, quem não arrisca não petisca, não é verdade? HAHAHAHA Isso aí, cada um com as suas preferências ;)

      Beijos!

      Excluir
  4. Eu entendo esses motivos mas vou confessar que bateu um apertinho porque adoro coisas impressas sabe...

    www.karenbartolomeu.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAHA sim! Eu também amo! Mas depende do segmento, sabe? Uma revista de fotografia acho legal ser impressa, por exemplo hehe

      Beijos

      Excluir
  5. Olha, eu entendo o seu ponto de vista mas eu não concordo. Se a revista fosse semanal ou quinzenal eu até entenderia, sabe? Mas ela é mensal, acho que não tem problema. O site está no ar diariamente, é bom termos a revista em mãos pelo menos uma vez por mês.
    Fiquei triste com a notícia sim, não queria que isso acontecesse. Por mim livros e revistas nunca se tornariam digitais. Mas estou acreditando na Capricho quando dizem que coisas boas virão.. E que venham! Bjs e parabéns pelo ponto de vista, me fez pensar a respeito rs.

    http://www.mayaravieira.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, ela sendo mensal tudo bem, mas eles vão retornar com a revista de forma semanal, então fez um certo sentido, né? Eu também sou fã de impressos, por exemplo, odeio ler livros pro computador! Preciso ter eles na minha mão, sentir aquele cheirinho de folha nova, etc. Mas sobre a capricho, eu entendi a desisão hehe. Obrigada pelo elogio, aposto que a capricho vai se virar bem! hehe

      Beijos

      Excluir
  6. Adorei as suas explicações. Você falou com bastante propriedade. Então, eu também acho que o impresso não irá acabar, afinal, é muito mais cômodo pra mim ler um livro físico do que um digital, por exemplo. Acho super válido jornais e revistas terem suas versões onlines, mas também as físicas, para agradar aos tradicionais.

    http://www.jj-jovemjornalista.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uhuul, obrigada! Muito bom ter alguém de comunicação pra tocar umas ideias hehe Eu concordo total com você! Mas analisando a revista, público, números e a falência da abril, até que fez sentido.

      Excluir
  7. Sobre o post lá no blog: eu tenho MUITOS CD's, faço coleção ♥

    A Capricho já era pra mim, mas agora somente com a versão digital então vish... Eu prefiro mil vezes ter as coisas em mãos, revistas, CDs, jornais... Não gosto dessa total modernidade.


    http://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai que legaaaal! *-*

      Eu entendo exatamente como é hehe

      Excluir
  8. Marina
    Acho que a Capricho já não era mais uma revista legal e agora esa versão digital, pode ser que seja de custo mais barato e etal... bem, eu adoro folhear, cheirar e sentir o cheiro da revista.

    Bjos e bom final de semana,
    Sheyla
    http://www.dmulheres.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau, pode crer! Ainda não tinha ouvido alguém falar dessa maneira. Isso é algo que eu dou muito valor também. Obrigada pela sua opinião!

      Beijos

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Apesar de amar as revistas digitalizadas, a capricho é aquela revista que tem uma história por trás da minha e de diversas meninas que passaram a adolescência lendo e adorando.
    Adorei o post Amâncio.

    http://aycarayblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO SABIA QUE TU TINHA BLOG UHUUUL! É, quem tá acostumado sente um pouquinho a perda, mas olhando de longe assim faz sentido, né?

      Valeus

      Excluir
  11. Adorei o post! Sinceramente, eu acho que o impresso nunca devia acabar, as pessoas perdem o prazer e a verdadeira experiência da leitura... O ideal seria ter ambos: em papel e online! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo totalmente! Na minha opinião também penso assim. Mas pra capricho, considerando tudo, acho que fez um pouco de sentido hehe

      beijos!

      Excluir
  12. Eu gosto de comprar a revista impressa, ver, passar página por página, guardar e pega-la para ler novamente... Acho isso mais prazeroso do que simplesmente ver no celular... Mas gostei bastante do seu ponto de vista e acho que isso vai trazer bastante beneficios também!!
    Beijos.

    http://cartaspararomeu-ml.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pessoalmente eu também gosto mais do impresso. Mas dependendo do segmento da revista, seus propósitos, público, etc. Ás vezes faz sentido essa mudança! Obrigada pelo elogio e pela sua opinião!

      Beijos

      Excluir
  13. Oi Marina!
    Curto a página da Capricho no Facebook, mas não estava sabendo disso. Realmente, é chato para quem gosta de ter a revista em mãos, mas hoje em dia, com o acesso à internet sendo tão disponível para todos, é difícil mesmo manter a revista de papel.
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani! Pode crer, concordo total com você. Obrigada pelo apoio e pela opinião! beijos

      Excluir
  14. Eu nunca assinei Capricho, mas confesso que fiquei chateada com a decisão da empresa. Chegou aquela hora em que a internet está substituindo os veículos de comunicação tradicionais. Sempre acompanhava as postagens da revista no Facebook e lembro das noites que passei acordada com as minhas amigas lendo nossos horóscopos quando era mais nova! Apesar de tudo isso, nada está perdido, porque pelo menos ela vai continuar online! Gostei muito de saber a opinião de quem entende de verdade do assunto.

    Beijão, Guta! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou na mesma situação! Se isso acontecesse na época que eu era assinante eu morreria! Mas agora, olhando a situação de um ângulo mais amplo, fica mesmo mais fácil entender tudo que aconteceu! Obrigada pela opinião e pelo elogio também hihi

      Beijos <3

      Excluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo